Dia 14 de fevereiro é o dia de São Valentim, data em que muitos países comemoram o Dia dos Namorados, com exceção do Brasil e outros poucos.

Mas você sabe quem foi São Valentim? Isso ainda é um mistério a ser desvendado!

Entre as muitas lendas que existe sobre o assunto, há quem diga que ele teria sido um sacerdote que serviu durante o século III, em Roma.

Na época dele, o imperador Claudius teria decidido tornar ilegal o casamento de jovens porque descobriu que os homens solteiros eram melhores soldados do que os casados.

Percebendo a injustiça, Valentim desafiou o imperador e continuou a realizar em segredo casamentos de jovens apaixonados, o que teria lhe custado a vida, tornando-se a partir de sua morte um mártir e, mais tarde, um santo associado ao romance.

Porém, não são todos que concordam com essa versão.

Há uma linha de estudiosos que afirma que a igreja cristã pode ter decidido propositalmente criar essa data no meio de Fevereiro, em um esforço para “cristianizar” a celebração pagã da Lupercalia, que foi um festival que acontecia anualmente na cidade de Roma entre os dias 13 e 15 de fevereiro. A Lupercalia tinha como objetivo afastar os maus espíritos e purificar a cidade, liberando saúde e fertilidade para as mulheres romanas e também para a terra.

Seja como for, a tradição que prevalece até a atualidade é a de que Fevereiro é um mês de puro amor!

Inclusive, em 14 de fevereiro, em alguns países da América do Norte, as declarações de afeto, através da troca de cartões ou presentinhos não se limitam aos amantes, mas inclui também os amigos, os parentes, os colegas de trabalho e escola, os professores, entre outros. Ou seja, nesses países, o “Valentine’s Day” vale para todos os relacionamentos onde exista admiração e respeito mútuos. Isso não é o máximo?

Quando morei no Canadá, fiquei especialmente encantada de ver o incentivo delicado (e nada comercial) que alguns pais e professores dão para que crianças pequenas criem para o Dia de São Valentim os seus próprios cartões “scrap” e demonstrem o seu afeto aos seus pais, avós, irmãos, vizinhos, faxineiros, motoristas, enfim, para todos que facilitam as suas vidas no dia-a-dia. É de emocionar.

Vibremos, portanto, para que o nosso bom e velho Santo Antônio empurre carinhosamente o nosso Dia 12 de Junho para o mesmo caminho do 14 de Fevereiro de São Valentim! Que assim seja!

Lilian Costa Celebrante

Categories: Curiosidades

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *